quinta-feira, 8 de maio de 2008

Espanha X Áustria

Atualmente o El País é sem dúvida o melhor jornal em versão web que conheço. Seu caderno cultural incluído. Isto explica em parte o interesse do jornal pelo texto de Jelinek sobre o monstro de Amstetten, como o pai-estuprador-avô do porão na Áustria já ficou conhecido. Mas isso apenas em parte.

Quem lê o artigo não pode deixar de notar um certo tom de ironia ou mesmo deboche por parte de seu autor, o que somente se explica pelo preconceito histórico dos países ricos da Europa Central e do Norte contra os seus vizinhos do sul. Espanha e Portugal ainda são vistos por uma parcela considerável da opinião pública daqueles países como os retrógrados católicos machistas que vivem da subvenção da União Européia. No caso da Espanha, todo o avanço social e material dos últimos 30 anos é quase que ignorado. Nem mesmo o marco representado pela nova lei de união civil espanhola, que iguala em todos os campos do direito a união civil entre homossexuais e entre heterossexuais, foi capaz de alterar significativamente este preconceito. Daí o articulista de El País não tentar esconder um certo gozo ao afirmar que "alguma coisa a Áustria deve ter, para que seus escritores a tratem tão mal."

O artigo é muito bom, para quem quiser ler

http://www.elpais.com/articulo/cultura/Jelinek/agita/horrores/monstruo/Amstetten/elpepicul/20080508elpepicul_1/Tes

E o texto de Jelinek, em alemão,

http://www.elfriedejelinek.com/

na seção aktuelles.

Nenhum comentário :