segunda-feira, 7 de setembro de 2009

melrose place 2.0

Quase pensei que fosse brincadeira quando li a manchete no New York Times agora há pouco: estréia amanhã nos Estados Unidos um remake de Melrose Place!!! Estamos velhos, definitivamente! O texto do NYT é engraçadíssimo, comparando o contexto de pujança econômica da versão original (nos idos de 1992) com o de crise da nova.
Surpresa mesmo foi saber que Sidney e Michael Mancini serão interpretados pelos mesmos atores que os representaram nos anos 90; na Áustria a série passava aos sábados, final da tarde, e no inverno era programa certo para ser acompanhado de café com gugelhupf. Porque não nos preocupávamos em engordar. Era só diversão.
Uma cena inesquecível: Kimberly revela a imensa cicatriz da cirurgia de lobotomia que havia sofrido. Ali a teledramartugia brasileira perdia definitivamente alguma chance no cenário mundial, pois a partir daí no mundo inteiro passou a valer os absurdos descritos por Vargas Llosa em La Tia Julia. A melhor série da tv alemã, por exemplo, tenta desde meados dos anos 90 ser mais mexicana do que as venezuelanas. Divertidíssima.
O texto do New York Times:
http://www.nytimes.com/2009/09/08/arts/television/08melrose.html?_r=1&hpw

Nenhum comentário :