sábado, 17 de abril de 2010

o cúmulo do politicamente correto

em entrevista ao Jornal do Brasil, um grafiteiro de 30 anos, comentando sobre a pichacao na estátua do cristo redentor, diz que "a funcao da pichacao é chamar a atencao, só que pichar um monumento acaba virando um ato político":
pode ser que o sujeito simplesmente envelheceu, e por isso, nem deveriam te-lo entrevistado;
pode ser que ele nao saiba o significado da palavra política, o que deve ser o mais provável;
mas, primeiro, se a funcao da pichacao é chamar a atencao, como ele mesmo diz, ao pichar a estátua do cristo, os caras que o fizeram, alcancaram o máximo (a imprensa internacional toda está atrás da engenheira Patrícia);
segundo, o que há de errado em um ato político? será que influenciado pela mídia dos últimos dez anos, ele confunde política com terrorismo? o rapaz tem mesmo tamanha ojeriza por reunioes, comícios (neste caso se entende), eleicoes, qualquer gestao do que é coletivo, ou da própria idéia de coletivo? Mas se é assim, chamar a atencao de quem, para quê entao?
Chegamos ao supra-sumo do politicamente correto: política é algo indesejado, proibido, um erro de cálculo ou medida.
no future......

Nenhum comentário :