quarta-feira, 26 de maio de 2010

comida deprê

Ir ao McDonald's tem sempre algo de deprimente. Mundo afora é algo mais ou menos constante: a horda de pessoas que escolheram nao usar o garfo e a faca para comer, os pobres jovens trabalhadores com o retrato do melhor do mês que sempre parece o retrato da "lobotomia do mês", o espaco mais ou menos desarrumado, a cozinha semi-"à mostra". Na Bahia, o grau de depressao é mais forte, mas os motivos sao completamente distintos, e bem locais: o servico mais lento que você imagine, a música ambiente péssima e muito, muito alta, e por conta disso as criancas gritando (e há mais criancas no McDonalds por aqui), um certo grupo de pessoas orgulhosas por nao estarem comendo com garfo e faca (eu ainda nao sei por que razoes este orgulho), as impressoes nas paredes que mostram as fachadas do pelourinho caindo vertiginosamente para trás e ainda mais coloridas (sim, é possível) e a batata frita um tanto mais salgada; eu digo menu, eles sempre me corrigem para "promocao?" Ja nao tenho dúvidas, se entro ali é porque alguma coisa está pegando.

Nenhum comentário :