sábado, 19 de março de 2011

obama no brasil ou pura poesia

Hoje tive a impresão que a questão central da visita de Obama ao Brasil eram os vestidos de Dilma e Michele. Não gostei de nenhum dos dois (dos primeiros, hoje pela manhã). E como não tenho muito interesse ou paciência por Obama ou Dilma, acho que dificilmente verei outros vestidos para poder comparar melhor. A grande sensação dessa visita pelo visto será mesmo a desistência do presidente dos EUA em falar em espaço público, aberto, à população do Rio. Depois de ele ter tomado banho no superpoluído Golfo do México, eu só ia sair da minha rotina para vê-lo no noticiário da TV se ele fosse tomar banho no piscinão de Ramos. Aí sim íamos ter o que falar.
Mas Obama chegou num momento muito atribulado da sociedade brasileira: graças a Maria Bethânia estamos todos muito ocupados com poesia, não dá para dar ao Mr. President a atenção que ele talvez merecesse. A poesia nos espera.

Nenhum comentário :