segunda-feira, 13 de junho de 2011

"me alivia a dor", zizi possi no tca

Breno tem toda a razão em reclamar da ausência de direção no show, eu brincando disse que o irmão da cantora talvez estivesse recheando seu currículo lattes. Faltou algum fio condutor, as pausas foram longas e o sorteio de dvd não precisava ter acontecido.
Eu continuo sem entender porque o público vai a um show para cantar, de preferência mais alto que o cantor: ainda mais em um show onde a cantora pediu duas vezes que a acompanhassem: isso somente pode significar que nos outros momentos todos deveriam ficar escutando. O grande problema de ontem foi aquele público, formado em sua esmagadora maioria por pessoas que se deram um presente do dia dos namorados, obedecendo à publicidade na TV: em outra data, o público teria sido muito distinto. Zizi não perdoou: disse que, para ela, aquela data era como se fosse o dia das crianças, adorei isso. Mas o resultado foi o que foi: essa grande maioria foi para ouvir Per Amore e pedir Perigo no bis. Aff.....
Mas Zizi permanece a cantora que é e sempre foi (e eu ainda acho que a percussão pesa demais nos arranjos) e foi uma sorte Caminhos de Sol ter sido a terceira canção do show, logo no início, quando o público ainda estava contido. O melhor momento do show foi Pra Dizer Adeus, perfeita, o segundo ponto alto, Tico Tico no Fubá. Zizi brilhou com seus vocalises, divisoes dos versos e afinação.
Asa Morena teve outro significado, cantada por alguém que visivelmente ainda sente muitas dores. Tomara que isso passe logo e que o próximo show da cantora na cidade não coincida com nenhuma "data comemorativa". Os fãs desejam as duas coisas intensamente!

Nenhum comentário :