quarta-feira, 21 de setembro de 2011

o dia em que machado de assis virou afro-brasileiro

um banco disse hoje que o único escritor que provavelmente tem o porte de ser "nacional" é afro-descendente e que por isso um ator branco não poderia representá-lo em uma peça publicitária sua. eu digo que machado de assis tinha uma mãe que nasceu nos açores, lugar de onde também veio para o brasil o meu avô, daí, eu digo que machado e eu somos também "açores-descendentes".
A açoriana pobre - como o meu avô, que veio criança fugindo da fome em portugal - logo se juntou aos da terra, misturando mais ainda o que já era misturado, dando caldo a isso que é (ou era até uns dez anos atrás) o brasil. depois vieram japoneses, poloneses, judeus russos, judeus alemães, italianos, galegos da espanha, mais portugueses, sírios, libaneses. Qualquer filho ou neto de qualquer um destes imigrantes assimilados, como foi imigrante a mãe de machado, poderia interpretá-lo em um filme. Ou seria a mãe menos importante que o pai?

Nenhum comentário :