quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Igualdade de Direitos na Bahia

E desde ontem existe igualdade de direitos para os cidadãos do estado da Bahia. A importância deste ato da Justiça é muito maior do que o que está descrito no artigo. Tomando como base a decisão do STF, que garantiu o status de união estável às relações homoafetivas, a justiça baiana resolveu dar este passo adiante. Mas se engana quem atribui à Justiça toda esta conquista: se não fosse a ação do governador do Estado do Rio de Janeiro para garantir a igualdade de direito aos seus funcionários homossexuais nada disso teria acontecido. Por isso, desde 1995, quando Lula afirmou que o PT nao apoiaria o projeto de lei de Marta Suplicy de parceria civil para pessoas do mesmo sexo para nao perder os votos da base religiosa, está claro o caráter eleitoreiro, não-emancipatório e homofóbico desta agremiação. Desde então faço oposição a este partido, que é francamente descomprometido com a luta contra o preconceito e o estabelecimento da igualdade de direitos e deveres de todos os cidadãos. Parece uma coincidência que esta decisão da Justiça baiana venha um dia depois da condenação da cúpula PTralha por causa do crime conhecido como mensalão. Mas não é: eles sempre só queriam o poder para si, a qualquer custo! Viva a igualdade de direitos, parabéns a Sergio Cabral Filho e foraPT!!!!
Aqui o registro do jornal A Tarde da publicação da normatização ontem, 10 de outubro de 2012: Casamento Civil Gay é legalizado na Bahia.

Nenhum comentário :