quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

acabou em 2013 (quarta-feira de cinzas)

Duas coisas notei neste carnaval que me parecem dignas de serem encaminhadas à organização do mesmo: a primeira delas, um número maior de ambulantes na avenida oceânica associado ao aumento de tamanho dos seus "isopores", o que fez com que a barreira criada entre a calçada e a rua propriamente dita se tornasse quase intransponível, um sério problema para o folião.
A segunda, a presença de vendedores ambulantes armados de adaptações de carrinhos de bebês, carrinhos de mão, carrinhos de supermercado circulando no meio da multidão e especialmente atrás do trio. Extremamente perigosos - especialmente por conta dos cortes mal-acabados feitos nas peças metálicas - este tipo de "equipamento" deveria ser terminantemente proibido.
No mais, o carnaval de Salvador como sempre (com tudo de bom e de ruim que ele tem). É claro que seria uma festa muito melhor sem a presença da canttora lacttosa, mas isso não dá para solicitar a ninguém.
Que venha o de 2014.

Nenhum comentário :