domingo, 6 de outubro de 2013

De bicicleta por Viena, 02: Do Prater à Ilha do Danúbio

Vários caminhos ligam os distritos 2 e 20 de Viena à vizinha Ilha do Danúbio, a maior área de lazer da cidade. Entre eles e a Ilha, entretanto, está o Danúbio, com mais de 400 metros de largura de margem a margem. Para o ciclista que mora ao sul da cidade, existem duas importantes ligações: através da Ponte do Prater e por cima da barragem da usina hiderlétrica, construída no extremo sul da ilha.
A Ponte do Prater sobre o Danúbio corresponde ao trecho elevado da autopista urbana que corta Viena ao sul da cidade e que é uma das mais movimentadas em número de automóveis e caminhões de toda a Europa. Como ela passa por cima do jardim do Prater, ela se mantém ali elevada, sem interromper a continuidade espacial do parque.
Os ciclistas que vão em direção a Ilha do Danúbio alcançam a Ponte a partir de uma pequena ladeira, mas chegando na ponte, não trafegam no mesmo nível dos veículos automotores: na altura da estrutura, sob o nível da rua, foi fixada uma ciclovia, que desta maneira livra os ciclistas dos gases e ruídos dos carros e caminhões.
Interessante é a estrutura que foi construída para a descida da ciclovia, tanto na margem do rio ainda no 2° distrito como na chegada à Ilha: uma rampa em espiral, atirantada, sutentada por uma estrutura metálica no centro da circunferência. O raio da rampa é grande o suficiente para que a subida seja agradável e que a descida seja um prazer para o ciclista, especialmente se tiver a sorte de ninguém vir subindo na pista contrária. Descida a rampa, é só seguir pela Ilha.





Nenhum comentário :