domingo, 9 de fevereiro de 2014

De bicicleta por Viena, 3: sobre a hidrelétrica

Eu imagino que poucas cidades grandes no mundo tenham uma hidrelétrica dentro do seu perímetro urbano, a poucos quilômetros do centro da cidade. A hidrelétrica Freudenau, inaugurada em 1998, além de fornecer energia para Viena com mínima perda na transmissão, permite que se acesse a Ilha do Danúbio já bem próximo à sua extremidade sul.
vista a montante, com o skyline de Viena ao fundo
Tanto para pedestres como para ciclistas a hidrelétrica foi projetada incluindo o sistema de ciclovias da cidade. Com isso, a ciclovia que margeia o Danúbio no 10° distrito segue diretamente sobre a barragem e conecta-se com a Ilha do Danúbio.
Projeto do arquiteto Albert Wimmer, a realização da hidrelétrica teve entre ps desafios de sua execução, a elevação das pontes de autopistas, trens e metrô, localizadas a montante, para que o rio continuasse nevagável depois do represamento do rio.

Nenhum comentário :